Terça-feira, 20 de Março de 2007

MAIS VALIA TER FICADO EM CASA

Segunda-Feira, 20 de Março de 2007


Começo por me apresentar, Inácio Biléu, ao vosso dispor. Hoje pensava eu que seria um dia como outro qualquer e afinal foi mesmo! Tenho 40 anos, moro com o meu gato, Malaquias, numas águas furtadas no Martim Moniz. Trabalho como secretário num veterinário e costumam mandar-me dar banho ao cão ou milho aos pombos, caso seja fim-de-semana. Vejam como é um dia na minha vida:
 

8h - Acordo sobressaltado, deveria ter acordado uma hora antes, coloquei dois despertadores, logo por azar no digital falhou a electricidade durante a noite e o outro ficou sem pilhas às 4.00h.

 

8.10h - Corro para o duche, não sem antes tropeçar no Malaquias, tadinho! Mas bem que merecia, o ca#%ão do gato passa as noites a miar com falta de pussy…já somos dois! Preciso de um duche quente, JÁ! Ao ligar a água é que me apercebi que me tinham cortado o gás. Opto por colocar um bocadinho de perfume atrás da orelha, que entretanto entorno pelo lavatório abaixo. Começo a lavar os dentes ainda ensonado e descubro que a minha escova andava à vários dias a fazer de piaçaba.

 

8.45h - Ponho então um pouco de outro perfume que me tinha sido oferecido há poucos dias. Tinha um cheiro algo “alternativo” e como gosto de coisas novas arrisquei. Para além de um odor a ecoponto amarelo ganhei ainda comichão, rubor e borbulhas tamanho XXL, do tipo “Urticária para míopes”.

 

9h - Descansadamente desço as escadas do alto das minha águas-furtadas, visto o maravilhoso elevador estar em manutenção. Teria sido um bom pretexto para fazer um pouco de exercício não fosse, Toby, o pitbull do vizinho de baixo ter saído à mesma hora...

 

11.20h – Ainda estou na fila de trânsito. Sorrio para a “febra” do lado precisamente no momento em que me lançam um projéctil ao vidro. Depois de uma análise mais cuidada ao sucedido, apercebo-me que tinha um andarilho atravessado no vidro frontal e um bando de velhotas a gritar na minha direcção.

 

12h - Após estacionar o bólide, fecho a porta do carro. Apanho um choque eléctrico de tal ordem, que por momentos pensei estar a ser reanimado por um desfibrilhador. No mesmo instante sou abordado por um senhor que num nobre espírito de voluntariado, mesmo sem dois pés, um braço apenas, um olho vazado e com duas crianças num carrinho de mão, se oferece para me arrumar o carro. Em troca apenas me pedia que fosse o mecenas da família de 23 elementos provenientes da Roménia.

 

12.30h – Hora de almoço! Finalmente! Ao dirigir-me ao meu local de eleição para fartos almoços e majestosas farras desde há 15 anos, apercebo-me de uma fita vermelha da ASAE, com um memorando que rezava: “Por razões de saúde pública o estabelecimento encontrasse encerrado. Todos os animais encontrados serão devolvidos aos respectivos donos. Por favor contactar (...)”.

 

Na parte da tarde e após chegar atrasado ao emprego, Inácio passa o dia a carimbar pápeis, para de seguida arquivá-los no armazém dos documentos que servem de prova ao caso do Apito Dourado, estamos a falar de uma área de 500 m2...quase todos com as ameaças de Criolina Salgado...essencialmente o segundo volume da saga “O que é doce nunca amargou...daí eu ser Salgado!

 

19h – Saio do emprego, não sem antes pisar uma mina de bovino transmontano mesmo à porta. O cheiro deprime-me ao lembrar-me que o meu perfume não lhe chegava aos calcanhares.

 

19.15h – Já a caminho de casa não perco a oportunidade de apanhar todos os buracos na estrada, mas só os grandes, para deixar crescer os pequeninos.

 

21.00h - Preparo o jantar. Ao cortar uma cebola para o refogado, começo a chorar. Mas não era da cebola, era de dor, tinha cortado uma falange aos cubos.

 

22h - Já recomposto e de estômago cheio, sento-me no sofá para ver um pouco de televisão, estava a dar a Floribella. Entro em desespero após ver a Flor abraçada a uma alface. Este LSD sucks! Tenho que mudar de fornecedor.

 

23.30h – Saiu para beber um copo ao bar-strip “Tromba Rija”, onde a Josefina Coxa me sempre um Luso on The Rocks (água da torneira com uma pedra de gelo). A Josefina compreende, sabe que ando sempre teso!

 

00.00h – Após ver o strip da Gina...pergunto-lhe quanto é, para dar-mos uma volta...já nos bastidores do club...percebo o porquê do bar se chamar “Tromba Rija”...a Gina chamava-se afinal Zeferino!

 

02h – Volto para casa e adormeço embalado com o cheiro a caril do Martim Moniz, e os gritos do meu vizinho a brincar ao busca com o Toby!

 

02.01h - Sorrio, amanhã é outro dia!

 
Pensamento do Dia: Existem dias que parece que nos acontece tudo, o Inácio teve um desses dias...quem nunca teve!

Temos dito.
Ass: Almiscaro, Grizo, Mercador e Tobias.

sinto-me: Azarado
música: Therion - Gothic Kabbalah
pregado por Alfinete de Peito às 19:23

link da posta | Espeta um comentário | Junta-o aos melhores!
|
10 comentários:
De Thiao Forrest Gump a 21 de Março de 2007 às 20:33
Isso é verdade, há dias assim!

lololololololololol
De Alfinete de Peito a 22 de Março de 2007 às 09:55
Acho que todos temos!

Abraço. Temos dito.
De Carlos Tavares a 21 de Março de 2007 às 20:53
4 anitos... lá pelo Micróbio! :-)
De Alfinete de Peito a 22 de Março de 2007 às 09:56
Parabéns ao Grande Micróbio!

Que venham mais 4!

Temos dito.
De keimadela a 22 de Março de 2007 às 11:53
Há manhãs que um gajo à tarde não pode sair à noite! Bjs, abraços e mtos palhaços
De Alfinete de Peito a 23 de Março de 2007 às 13:49
Essa frase efectivamente tem o seu quê de verdade!

Abraço. Temos dito.
De conguinho a 23 de Março de 2007 às 14:42
Realmente existem dias que quando pensamos que não pode piorar verificamos que não deveriamos ter pensado isso.
O Inácio Biléu tem de esperar que um dia vaia acordar e perceber que afinal nem tudo corre mal. Por exemplo tem casa, carro, um emprego, o gato entre outras lloll
É temos de nos rir mesmo...
De Alfinete de Peito a 24 de Março de 2007 às 15:04
Cara Conguinho,
O Senhor Murphy tem alguma razão quando escrever a lei "Quando algo está para correr mal, corre mal mesmo!"

Beijinhos. Temos dito!
De Sofia a 23 de Março de 2007 às 17:21
Há dias que parecem noites!!!!!!!
De Alfinete de Peito a 24 de Março de 2007 às 14:21
E há noites que parecem dias, tal o movimento!

Temos dito

Espeta-o

Contacta o Alfinete

Mail: blogalfinetedepeito arroba sapo ponto pt
Msg: alfinetedepeito arroba gmail ponto com
RSS: RSS do alfinete

Google Reader or Homepage
Subscribe in NewsGator Online
Add to Technorati Favorites!
Get RSS Buttons
online

tags

todas as tags

Pesquisa no Alfinete

 

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Achtung!

Todo e qualquer conteúdo deste blog é fictício, até os seus criadores.

Descubra os Alfinetes!

GRIZO
Delírios verborreicos e silêncios criativos. Adoro ver em ângulo morto e desmontar maratonas de 500 metros. Tenho dito.

MERCADOR
O meu passatempo favorito é fazer omoletas sem ovos. Adoro e ao mesmo tempo odeio pessoas. Gosto de olhar e ver e de pôr a minhoca de molho. Tenho dito.

TOBIAS
Diagnosticado, com pensamento abstracto, possuo também inteligência, humor e acima de tudo beleza (para compensar a ausência nos restantes). Tenho dito.

Amigos do Peito

Alfinetes no Palheiro