Segunda-feira, 14 de Maio de 2007

NÃO, ENDIVIDEI-ME COM O TEU!

Ahhh, os primeiros raios de sol a rasgarem os céus, o calorzinho a apertar, e o tuga estratégicamente colocado numa esplanada. Ora, é nestes momentos que o tuga pensa. E regra geral, faz asneira.

Um estudo do Alfitech realizado pelo Dr. UV-A, confirma que o calor tolda as ideias a uma larga fatia da nossa sociedade. Através de poderosos Indigo, entre eles, Maya e Nostredamus, conseguimos ter acesso aos pensamentos e conversa telefónica de Luís Robalo, 28 anos, comercial de uma empresa de alumínios:

Pensamento 1 - " Tchhh, isto é que é vida... mas perfeito perfeito era em Ibiza, a bombar  à grande, moviendo sus caderas eheh. Hummm, com as comissões devo receber 700 euros... 5 dias em Formentera são 630... bah pra isso fico lá uma semana! Mais dois menos dois, também não é por aí."

Dá um gole na imperial, pra refrescar as ideias...

Pensamento 2 - "Merda! Mas assim fico tapado! ... LoL...Já sei! Peço 1000 euritos  na Credifoste, a pagar em...2 anos...dá... 15 euros/mês! Humm pera lá, o que é isto....TAEG 47,02%... pois, isso só deve dar mais um ou dois euros/mês..."

"..Feito! Menu, contactos.. tou, Rui? Bora a Ibiza?"

"A Ibiza? tás doido, não tenho guito!"

" Eu também não eheheh, mas olha tive a fazer as contas e fica a 15 euros!"

"Dia?!"

"Népia meu, a pagar em 2 anos!!!"

" A sério?! Granda onda! Epá assim é óptimo, que eu tou a pagar 350 pelo carro e... pá em part-time fica difícil aguentar com tudo. Hã?...Credifoste? Dá-me lá o número."



Factos reais: No relatório de Estabilidade Financeira de 2005 do Banco de Portugal, consta que o rácio de endividamento dos particulares é de 117% do rendimento disponível!

Pensamento do dia: Os portugueses procuram cada vez mais satisfazer os seus desejos. É por isso frequente o recurso ao endividamento para pagar as férias de sonho. O português pensa (mal), faz contas (ainda pior) e fica com a chamada "tesão de mijo", à qual não consegue resistir, estilo "quem vier atrás que feche a porta". Os perito aconselham a que não gaste mais de um terço do ordenado na prestação de créditos. Sob pena de mais tarde, nem porta haver...

Temos dito.
Ass: Mercador e Grizo.
sinto-me: Euribor
música: António Variações - "O corpo é que paga"
tags:
pregado por Alfinete de Peito às 12:00

link da posta | Espeta um comentário | Junta-o aos melhores!
|
10 comentários:
De Nini a 14 de Maio de 2007 às 16:25
Uma triste realidade, a persistência e ter algo que não se pode ter, sujeitando-se a endividar-se até ás orelhas.
Quando cá cheguei, fiquei chocada com o facto das pessoas consumirem tanto, é caros bons, que mudam todos os anos, é andar com roupa de marca, passar a vida nos cafés, discotecas, restaurantes, quando se passa os dias na segurança social para pedir o rendimento mínimo.
Não censuro quem consome, porque eu tb quero "viver" mas tenho consciencia do que posso ter, do que posso pagar, e no meu dia-a-dia faço as contas para ver se tenho para sobreviver, se posso poupar um poupar e se posso me dar ao luxo de me dar "prenda", se não posso, não vou esticar e endividar-me para luxo, vou tentar viver mas dentro das minhas limitações.
Viver sim, mas com consciência !
De Alfinete de Peito a 14 de Maio de 2007 às 17:57
Querida Nini,

és um bom exemplo de como a nossa sociedade devia pensar, ainda para mais porque infelizmente os preços (por vezes altos) reflectem a apetência de compra dos consumidores. Quando as vendas são baixas, são obrigados a baixar os preços, diminuindo as margens das marcas, que muitas vezes são de 500% ou mais (em alguns casos). Há que explorar a lei da oferta e da procura.

Beijinhos. Temos dito.
De A mão que escreve a 15 de Maio de 2007 às 12:25
he he...
mais nada!!!
bora aí passar um mês no brasil??
De Alfinete de Peito a 15 de Maio de 2007 às 13:47
A mim parece-me bem! Quem é que paga? ...a Credifoste!?

Temos dito.
De Carocha a 15 de Maio de 2007 às 15:10
Ah... excelente reflexão, coisas mais lindas da carocha!
Lá está o TER, em vez do SER! Tempos modernos. O consumidor é um bebé a chorar eternamente pelo biberão. Tudo o que desejas é POSSÍVEL. Tm novo? Boa? iPod? Pode! Plasma? Sim! Carrão? Sure! Férias? Já a seguir!
Está na consciência de cada um, conhecer o limite. Verdade seja dita, fomos uma geração deveras aliciada ao crédito. E fomos fáceis de enganar! Só um pormenor: a bola de neve, quanto mais rebola, mais engorda. Depois pede-se um crédito para cobrir o crédito.. quando já não há diabo que o cubra! Mas não importa, interessa é o fato Hugo Boss, o Tag Heuer e o sapato P. Fuster! É que quem não sabe.. é como quem não vê! :)
De Alfinete de Peito a 16 de Maio de 2007 às 11:30
Sabes que nós gostamos de ser as coisas lindas da caronhca! ;)

Fomos e somos várias gerações aliciadas pelo crédito, rápido e numa quantia interessante...que mais tarde vamos pagar bem caro! Senão não havia cada vez mais empresas no ramo!

Beijinhos. Temos dito.
De Conguinho a 16 de Maio de 2007 às 00:12
Aqui está eu sei que não sou um bom exemplo mas tento-me controlar com o que tenho.
Temos de ser conscientes e saber que a vida não é so consumir sem controlo.
De Alfinete de Peito a 16 de Maio de 2007 às 11:34
Querida Conguinho,

efectivamente o 0,99 é um sucesso e nós estamos mal habituados. Há que ter cuidado!

Beijinhos. Temos dito.
De Miss:M a 16 de Maio de 2007 às 15:17
é tão degradante esta mania do português de viver pra pagar contas e ainda achar que tem uma esperteza enorme por ser assim!!
Poupanças???... em? oi? como é?
De Alfinete de Peito a 16 de Maio de 2007 às 19:16
O tuga adora pagar contas...e essencialmente juros daquilo que pode e não pode pagar! Mas efectivamente poupanças deve ser um estrangeirismo!

Beijinhos. Temos dito.

Espeta-o

Contacta o Alfinete

Mail: blogalfinetedepeito arroba sapo ponto pt
Msg: alfinetedepeito arroba gmail ponto com
RSS: RSS do alfinete

Google Reader or Homepage
Subscribe in NewsGator Online
Add to Technorati Favorites!
Get RSS Buttons
online

tags

todas as tags

Pesquisa no Alfinete

 

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Achtung!

Todo e qualquer conteúdo deste blog é fictício, até os seus criadores.

Descubra os Alfinetes!

GRIZO
Delírios verborreicos e silêncios criativos. Adoro ver em ângulo morto e desmontar maratonas de 500 metros. Tenho dito.

MERCADOR
O meu passatempo favorito é fazer omoletas sem ovos. Adoro e ao mesmo tempo odeio pessoas. Gosto de olhar e ver e de pôr a minhoca de molho. Tenho dito.

TOBIAS
Diagnosticado, com pensamento abstracto, possuo também inteligência, humor e acima de tudo beleza (para compensar a ausência nos restantes). Tenho dito.

Amigos do Peito

Alfinetes no Palheiro