Segunda-feira, 10 de Outubro de 2005

O SILÊNCIO DOS INOCENTES




Não se trata de nenhum anúncio para um perfume da Cacharrel popularizada na década de 90. Queremos sim, falar de uma coisa muita séria, que é a pedofilia e os maus tratos.

Muitas crianças são violadas e ficam caladas por medo, por vergonha e muitas vezes por se sentirem as culpadas. O que resulta em muita gente solta que devia estar atrás das grades a receber o código de honra das prisões.

Uma grande parte destas crianças resulta em adultos traumatizados que tiveram (possivelmente) que conviver vezes sem conta com os seus agressores, ou seja, os destruidores da sua inocência e infância. É um acto covarde, que só uma pessoa com perturbações mentais o faz, pessoas doentes. A pedofilia sempre existiu e sempre existirá infelizmente, só esperamos que as bestas que praticam este crime hediondo sejam condenadas.

Fala-se muito da Casa Pia (que não há maneira de acabar o julgamento para que os culpados paguem pelo que fizeram), mas esquecemo-nos das centenas, talvez milhares de pessoas que passaram por este acto grotesco e ainda hoje sofrem em silêncio. Estima-se que vivem em Portugal cerca de 23 mil crianças (dos 0 aos 14 anos) em situação de perigo, por serem vítimas de maus tratos, agressões físicas, psicológicas e sexuais.

Como recordar é viver, muitos preferem não falar no assunto, mas mais tarde ou mais cedo o fantasma voltará para atormentar e fazer com que involuntariamente se recordem do sucedido. O Silêncio dos Inocentes é aquele que mais se faz ouvir.

QUE A TUA ALMA DESCANSE EM PAZ, DANIEL CARVALHO.

Facto Real: Este artigo foi escrito depois de termos lido a história de Daniel Carvalho. Daniel tinha seis anos, era surdo-mudo, amblíope e com deficiências motoras. Suspeita-se que o seu padrasto, Fábio, de 16 anos, tenha abusado sexualmente de Daniel causando-lhe lesões tão graves que lhe vieram a causar a morte, após uma agonia de vários dias. O cadáver de Daniel tinha marcas recentes (heematomas graves no abdómen e uma ferida na cabeça) e outras mais antigas. A Mãe do menino (Mónica de 26 anos) e o seu companheiro (Fábio de 16 anos) são os principais suspeitos deste crime.


Pensamento do Dia: “O melhor do mundo são as crianças.” Fernando Pessoa.

Temos dito.

Ass: Grizo e Mercador.

pregado por Alfinete de Peito às 02:42

link da posta | Espeta um comentário | Junta-o aos melhores!
|
13 comentários:
De gato_escaldado a 10 de Outubro de 2005 às 14:49
pronto. não dá para rir, hoje. abraço forte e solidário.
De mfc a 10 de Outubro de 2005 às 21:15
Um post sério e muito a propósito!
De Betty Branco Martins a 10 de Outubro de 2005 às 23:11
No dia 6/10

Foi o meu post no "Fragmentos" pois esta triste história não deixa ninguém indiferente.

Daniel Carvalho foi mais um menino para a grande lista das vítimas da familia e do próprio sistema.


O rosto de um poema


Rosas brancas
que o vento
leva...
pintando de branco
o azul do céu

Perdi o trilho
da minha escrita

Procuro
as
estrelas
no pico das montanhas
onde está
a presciência?
olho o contorno
das lágrimas
das pétalas das flores
abandonadas
na beira da estrada
rosa branca
luz...
quem grita
o teu nome
incandescente e
puro!

Ilumina a minha cabeça
um diadema de silêncio...


Beijos para os dois
De isa xana a 10 de Outubro de 2005 às 23:42
é uma verdade... não são só as crinças da casa pia que estiveram e estão em risco, milhares de outras mais no nosso pais e milhoes no mundo sao selvaticamente abusadas. uma das coisas que não entendo é a pedofilia, como alguem pode olhar para uma criança e desejá-la sexualmente?! o caso desse menino choca tanto, como tantos outros espalhados pelo nosso mundo

beijo
De Os Três Porquinhos a 11 de Outubro de 2005 às 17:27
A vossa faceta séria foi muito bem empregue num assunto tão grave e vergonhoso como este.
Infelizmente, por vezes, damos por nós mais preocupados em descobrir quem serão os culpados do que em apoiar as vítimas.
Esse caso do Daniel dá que pensar. Para onde caminha o mundo quando uma criatura de 16 anos(!?!?!?!) abusa de uma criança?
De Os Três Porquinhos a 11 de Outubro de 2005 às 17:27
A vossa faceta séria foi muito bem empregue num assunto tão grave e vergonhoso como este.
Infelizmente, por vezes, damos por nós mais preocupados em descobrir quem serão os culpados do que em apoiar as vítimas.
Esse caso do Daniel dá que pensar. Para onde caminha o mundo quando uma criatura de 16 anos(!?!?!?!) abusa de uma criança?
De francis a 11 de Outubro de 2005 às 18:55
Sem perdão.
De Su a 11 de Outubro de 2005 às 21:01
qtos bibis existem?
qtos andam de pulseira electronica em casa na maior?
qtos de gravata se disfarçam?
qtos meninos/as sofrem de abusos?
justiça? onde?
a propria sociedade cala-se pq é mais facil não pensar nisso...
merecida esta chamada de atenção para o que nos rodeia (valeu) e nós sempre tão cheios de pressa.....
jocas maradas
De Estrela do mar a 12 de Outubro de 2005 às 16:08
...como vos tinha perdido de vista...mas afinal dei com vocês...e com este post que devia de ser um hino às crianças...aos seus direitos...na casa pia, no resto de Portugal...e pelo mundo fora...

Beijinhos.
De Dona do Café a 13 de Outubro de 2005 às 16:26
há coisas que ultrapassam qq tipo de tentativa de compreender o que passa pela cabeça de pessoas que maltratam e abusam de crianças, até de adultos, mas mais principalmente de crianças... o que se passará pelas mentes de pessoas que são capazes de tais atrocidades?..é horrível mesmo.
Um post mt a propósito do que ocorre, infelizmente, por todo o mundo... é lamentável.
Um beijo

Espeta-o

Contacta o Alfinete

Mail: blogalfinetedepeito arroba sapo ponto pt
Msg: alfinetedepeito arroba gmail ponto com
RSS: RSS do alfinete

Google Reader or Homepage
Subscribe in NewsGator Online
Add to Technorati Favorites!
Get RSS Buttons
online

tags

todas as tags

Pesquisa no Alfinete

 

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Achtung!

Todo e qualquer conteúdo deste blog é fictício, até os seus criadores.

Descubra os Alfinetes!

GRIZO
Delírios verborreicos e silêncios criativos. Adoro ver em ângulo morto e desmontar maratonas de 500 metros. Tenho dito.

MERCADOR
O meu passatempo favorito é fazer omoletas sem ovos. Adoro e ao mesmo tempo odeio pessoas. Gosto de olhar e ver e de pôr a minhoca de molho. Tenho dito.

TOBIAS
Diagnosticado, com pensamento abstracto, possuo também inteligência, humor e acima de tudo beleza (para compensar a ausência nos restantes). Tenho dito.

Amigos do Peito

Alfinetes no Palheiro