Quarta-feira, 8 de Março de 2006

THE VICENTES 2006 – The return to Bang Cock

É com muito orgulho, carinho, suor, emoção e molho Agri-Doce que o Alfinete de Peito apresenta “The 2nd Annual Academy Awards – THE VICENTES 2006”. Esta cerimónia voltou a decorrer na sub-cave da Quinta da Parrachita, ao ar livre. Felizmente correu de uma forma mais descontraída que a primeira edição, que também vos convidamos a ler.


Muito Jete Sete com a mania passou pela passadeira vermelha, digamos rosa porque já está um bocadinho gasta da primeira edição. Felizmente só alguns conseguem a fama devido às suas parvoíces. Deixando-nos de tretas e de ler o teleponto passamos a anunciar os grandes vencedores da noite:

Melhor Actor Principal – Tomás Taveira em “Good Night and Good Fuck – Aguenta e Não Chora!”.
Melhor Actriz Principal – Fátima Felgueiras em “A Guerra dos Fundos”.
Melhor Actor Secundário – Herman José em “Caput”, uma Co-Produção SIC.
Melhor Actriz Secundária – José Castelo Branco em “Cinderella Man”, ganhando assim o seu segundo Vicente
Melhor Filme – “Virgem aos 40 Anos”, um filme de D. Duarte Piu Piu.
Melhor Filme Português – “Kiss Kiss, Gang Bang”, o filme que retrata a história de um Padre que levantou a batina para elevar a sua Fé.
Melhor Filme de Animação – “Mariano e Gago: A Maldição do Coelho Homem”.
Melhor Direcção Artística – Lili Caneças em “Alice”, a vida de uma pseudo jovem de nome Maria Alice, que desapareceu misteriosamente, reparecendo umas semanas depois com um peeling feito em Espanha e fotografado pela revista “Trombas”.
Melhor Guarda-Roupa – Leonor Sousa em “Dentro de Garganta Funda”.
Melhor Realizador – Manuel Alegre em “A Queda – Soares e o Fim da Terceira Candidatura”.
Melhor Documentário – Tallon com “Simara e a Fábrica de Chocolate”.
Melhor Filme Estrangeiro – Discoteca Passerelle em “As Bonecas Russas”.
Prémio Carreira – Ariel Sharon, uma carreira longa com momentos marcantes como por exemplo o seu último desempenho em “De Tanto Bater o Meu Coração Parou”.
Prémio Make-up – Maome em “As Caricaturas de Narnia: O Leão Dinamarques, a Bruxa Islâmica Extremista e os Fantoches em Fogo”.
Melhor Banda Sonora – Scolari feat. D’ZRT com “Para Mim Tanto Me Faz, que digam coisas Boas ou coisas Más” em “Goal!”.
Melhor Argumento – George Bush com “Eles possuem armas de destruição maciça” em “Syriana”.
Melhor Curta Metragem – Marques Mendes em “Chicken Little”.
Melhores Efeitos Especiais – Natalia Verbeck em “Evax Flux”.
Melhor Direcção de Fotografia – Revista GQ em “Memórias de uma Família de Gueixas”.

E agora aqueles prémios não têm direitos televisivos porque não lembram nem ao Diabo...

Melhor Truta – Hang Lee em “O Segredo de BreakYourBack Monteiro”
Melhor Terrorista – Bin Laden em “Syriana”.
Melhor Tradução – Joana Amaral Dias em “A Interprete”, aquando do trabalho desenvolvido na candidatura Presidencial de Mário Soares.
Melhor Escandâlo Envolvendo Drogas – Kate Moss em “Walk the Line”.
Melhor Filme de Prostituição Brasileiro – A cidade de Bragança em “Sin City – A Cidade do Pecado”.
Melhor Filme de Terror – “A Noiva Cadáver”, a história de 14 miúdos do Porto que assassinam brutalmente um travesti.
Melhor Futuro Filme – Spielberg com “Londres”.
Melhor Primata – King Kong em “King Kong”.
Melhor Batuta – Maestro Vitorino de Almeida em “O Pianista”.
Melhor Filme Racista – “Meet Joe Black”, um filme de Heidi Klum.

Digamos que não houve um grande vencedor desta noite de Vicentes, mas há que destacar o segundo Vicente de José Castelo Branco e os dois Vicentes para o filme “Syriana”, pelo melhor terrorista e pelo melhor argumento. Por hoje é tudo dos Vicentes, para o ano há mais.

Factos Reais: O Prémio de Mérito da Academia que vulgarmente designamos por “Óscar”, teve o seu início em 1929, e representa um cavaleiro segurando uma espada de cruzado, apresentando-se de pé sobre uma bobine de filme com cinco degraus, cada um significando os ramos originais da Academia – Actores, Escritores, Directores, Produtores e Técnicos.

- O nome “Óscar” teve origem após a directora executiva da Academia Margaret Herrick ter afirmado que a estatueta se assemelhava ao seu tio Óscar. A Academia apenas adoptou oficialmente o nome em 1939.

- O Óscar tem cerca de 4Kg de peso e uma altura de aproximadamente 35cm.

Pensamento do Dia: A vida imita a arte e a arte imita a vida. Neste ano, todos os filmes apresentados, ao contrário do que se tem verificado nos anos anteriores, transmitiam uma mensagem sobre a vida, e como a arte a vê. Podemos questionar-nos sobre a legitimidade de transformar cowboys em símbolos homossexuais (já tinha acontecido anteriormente nos Village People), sobre o interesse que a vida de um escritor dos anos 50 tem, sobre que segredos para a nossa existência tem um filme biográfico sobre a vida de um cantor de um pais estrangeiro, ou mesmo que complôt político é esse que nos parece tão aliciante e esclarecido no silver screen. Este ano os Óscares fizeram-nos pensar. A arte questionou a vida, e o modo como a vivemos. Caso fossem os Óscares uma produção Nacional, os temas abordados no filme seriam outros...


Temos dito.
Ass: Grizo, Mercador e Teodoro
pregado por Alfinete de Peito às 20:31

link da posta | Espeta um comentário | Junta-o aos melhores!
|
26 comentários:
De js a 9 de Março de 2006 às 15:25
...posso só equacionar o nome do prémio... talvez este se devesse chamar "Gregório"...
FORÇ'AÍ!
js de http://politicatsf.blogs.sapo.pt e http://mprcoiso.blogs.sapo.pt
De papagaio a 9 de Março de 2006 às 18:23
cada um foi bem atribuido,embora o taveira tenha pecado pela demora esse gajo é um artista de primeira
e o nome dos premios talvez um mais portugues nao?manel´s(repara no s a inglesa) ou antonio´s(outro s)
abraços a todos vos
De A minha melhor hora: Um quarto para as Onze! a 9 de Março de 2006 às 19:08
o beto do benfica não ganhou um vicente , melhores "efeitos especiais/comédia"? e o petit em "make up"?

sem dúvida, tem dito e eu afirmo :D os melhores!
De polittikus a 9 de Março de 2006 às 19:34
Epá perdi a edição dos Vicent 2006... em que canal é que deu. hehehehehe
De Ana, dona do café a 10 de Março de 2006 às 02:18
Amei, sinceramente amei... acho que a vossa cerimónia devia ter sido transmitida em vez da baboseira que passou às tantas da manhã..

beijinhos
De maresia a 10 de Março de 2006 às 09:24
não me ria tanto há mais de... desde ontem, pronto, mas VALEU, né?!?!?!
De Suse a 10 de Março de 2006 às 11:54
Grande trabalho de pesquisa e muita imaginação! Mais uma vez os meus sinceros Parabéns aos alfinetinhos! :) Gostei.. aguenta e não chora! :p **
De menina graça a 10 de Março de 2006 às 12:41
Sempre em forma, rapazes! :)) Isso em edição portuguesa dava "pano para mangas" ...
De Vera Cymbron a 10 de Março de 2006 às 13:02
Deviamos fazer uma votação para os globosféricos de latão...atribuidos aos melhores blogs...vocês deviam fazê-lo!
Jinhos, tá mesmo muito engraçado. Ainda não passaram lá em casa...espero que apareçam deixei algo.
De T-Rex a 10 de Março de 2006 às 13:54
eh! eh!

Excelente!

Continuação do bom trabalho!

PS: Acho que um Vicente está "mal atribuido".
Terror - As tácticas de Koeman.

Espeta-o

Contacta o Alfinete

Mail: blogalfinetedepeito arroba sapo ponto pt
Msg: alfinetedepeito arroba gmail ponto com
RSS: RSS do alfinete

Google Reader or Homepage
Subscribe in NewsGator Online
Add to Technorati Favorites!
Get RSS Buttons
online

tags

todas as tags

Pesquisa no Alfinete

 

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Achtung!

Todo e qualquer conteúdo deste blog é fictício, até os seus criadores.

Descubra os Alfinetes!

GRIZO
Delírios verborreicos e silêncios criativos. Adoro ver em ângulo morto e desmontar maratonas de 500 metros. Tenho dito.

MERCADOR
O meu passatempo favorito é fazer omoletas sem ovos. Adoro e ao mesmo tempo odeio pessoas. Gosto de olhar e ver e de pôr a minhoca de molho. Tenho dito.

TOBIAS
Diagnosticado, com pensamento abstracto, possuo também inteligência, humor e acima de tudo beleza (para compensar a ausência nos restantes). Tenho dito.

Amigos do Peito

Alfinetes no Palheiro