Segunda-feira, 23 de Maio de 2005

ESTÓRIA DO CAPUCHINHO CASAPIANO

Era uma vez um menino tão bonito como não havia outro, de seu nome Vicente. Catalina Pestana gostava muito dele, o Bibi mais ainda.

Tinham-lhe comprado uma capinha castanha nos têxteis chineses com um capuchinho, que lhe ficava tão bem que toda a gente lhe chamava Capuchinho Cor de Merda.

Certo dia, D. Ermelinda (Mãe de Vicente) fez um bolo e disse-lhe:
- Vai saber da Avozinha, porque me disseram que está doente, leva-lhe este bolo e este boiãozinho de vaselina.

O Capuchinho Casapiano partiu logo para ir visitar a avó, que morava em Cascais. Ao passar pela linha encontrou o Bibi (que estava resolvido a comê-lo), que lhe perguntou onde ia. Vicente, que não sabia como era perigoso parar no caminho para falar com Bibi, respondeu:
- Vou visitar a minha Avó e levar-lhe um bolo e um boiãozinho de vaselina.
- Muito bem – disse Bibi – Também quero ir visitá-la. Eu vou pela Marginal, e tu vais pela A5. Veremos quem chega primeiro.

O Bibi fez-se ao caminho mais curto e Vicente entreteve-se a apanhar sabonetes e a tirar fotos nu. O Bibi não levou muito tempo a chegar a casa da avó. Bateu à porta: Cruz! Cruz!

- Quem é? – perguntou Catalina, que estava de cama com hemorróidas.
- É o seu netinho. Trago-lhe um remédio para a tosse.
– Pega na aldraba e levanta o fecho.

Abre-se a porta e entra Bibi.
A Avó Catalina desmaiou mal o avistou. Bibi ostentava um olhar matador (havia mais de três dias que não comia nenhum casapiano), pegou na avozinha e enfiou-a na gaveta das meias.

Bibi apanhou a peruca e os Ray-Bantes da Avó e meteu-se na cama com uma borrachinha de água quente, pois sofria de frieiras. Esperava ansiosamente Vicente, com uma mão num copinho de leite e outra na berguilha.
Não tarda nada este bate à porta: Cruz! Cruz!

- Quem é? – pergunta o Bibi.
- Sou o seu neto submisso. Trago-lhe um bolo e um boiãozinho de vaselina que manda a minha mãe.
- Entra que está aberta – disse Bibi– Põe o bolo em cima da arca e vem espalhar-me a vaselina.

Vicente tirou as calças e ia meter-se na cama, quando olhou muito admirado para a avó e perguntou:
- Avó, porque tem uma câmara de filmar tão grande?
- É para te ver melhor, coisinha fofa!
- Avó, porque é que tem aqui tantos amigos? Olha, aquele eu conheço, é o Sr. do “1, 2, anda cá que eu tiro-te os 3”.
- Também gostam de pô-lo, minha boquinha doce!
- De pô-lo?! - pergunta Vicente.
- De bolo, de bolo, carinha larouca.
- Avô, porque é que tem aí um mastro tão grande, que dá para pôr aì uma vela capaz de a fazer ganhar um campeonato de Windsurf?
- É PARA TE COMER!

E, dizendo estas palavras mágicas, Bibi saltou da cama para atracar em Vicente. Mas este gritou, gritou tanto, tanto, que se ouviu no Conde Redondo. A PJ veio a correr e a saltar para lhe acudir, apanhando-o com a boca...na botija de água quente. Deram-lhe um valente tau tau de cacetete no ar, levando-o consigo.

Pensamento do Dia: “A Pedofilia é um acto grotesco, infelizmente ainda praticado, e sem que os culpados sejam encontrados ou julgados como tal. Se pudéssemos fazer justiça pelas próprias mãos estes seriam castrados com um afia lápis e sodomizados com um pilar da ponte Vasco da Gama.”

Temos dito.

Ass: Grizo e Mercador
tags:
pregado por Alfinete de Peito às 14:04

link da posta | Espeta um comentário | Junta-o aos melhores!
|
12 comentários:
De duro a 23 de Maio de 2005 às 18:39
Na guerra tudo se come! Papei vietcongs a torto e a direito!
De zezinho a 23 de Maio de 2005 às 21:16
Nada lhes vai acontecer...
Meu Deus: a vossa inspiração não tem limites?
Dizem coisas sérias - forma bem inteligente de alertar - a brincar. É um registo nada fácil. Por isso dou-vos de novo os parabéns.
Abraço
De Kabum a 23 de Maio de 2005 às 21:27
Loll ta engraçado
De UnaRagazza a 23 de Maio de 2005 às 22:27
sou a favor da castração com o afia lápis!! ;)
Só voçês pra me fazerem sorrir
Um Beijinho doce*
(Obrigado pelas palavras...)
De Anjo Caído a 23 de Maio de 2005 às 23:50
Parabéns!!!
bela forma de retratar esta sociedade cinzenta em que vivemos!!!!

Gostei muito e vou, sem dúvida, voltar!!

P.S. obrigada pela visita!
De Margarida V a 24 de Maio de 2005 às 01:57
olá

muito obrigado pela visita e pelas palavras simpáticas que deixaste no meu blog.
se não te importas vou pôr o teu link no meu blog, se te parece bem diz-me qualquer coisa.
fico á espera de mais visitas.
De RC a 25 de Maio de 2005 às 00:16
OI,

Está bué giro! Mt bacano, este sim tem pormenores fantásticos!!!

Cumprimentos,
RC
De gato_escaldado a 25 de Maio de 2005 às 11:42
eheheh. divertido. e sério. e inteligente. a sorrir se dizem coisas importantes. abraço
De LipaXana a 25 de Maio de 2005 às 13:47
A parte do afia-lápis tá demais LOOOOL mas é mt bem pensado.. vou começar a andar armada :P Muito fixe o post ;)

* beijos *


{ http://simplesmentepalavras.blogs.sapo.pt }
De D a 25 de Maio de 2005 às 15:22
ahahahahaah
:)
imperdível!
que bonito o que escreveram pedofilia.......GRRR pilar da ponte vasco da gama é pouco!!!!
beijos ****

Espeta-o

Contacta o Alfinete

Mail: blogalfinetedepeito arroba sapo ponto pt
Msg: alfinetedepeito arroba gmail ponto com
RSS: RSS do alfinete

Google Reader or Homepage
Subscribe in NewsGator Online
Add to Technorati Favorites!
Get RSS Buttons
online

tags

todas as tags

Pesquisa no Alfinete

 

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Achtung!

Todo e qualquer conteúdo deste blog é fictício, até os seus criadores.

Descubra os Alfinetes!

GRIZO
Delírios verborreicos e silêncios criativos. Adoro ver em ângulo morto e desmontar maratonas de 500 metros. Tenho dito.

MERCADOR
O meu passatempo favorito é fazer omoletas sem ovos. Adoro e ao mesmo tempo odeio pessoas. Gosto de olhar e ver e de pôr a minhoca de molho. Tenho dito.

TOBIAS
Diagnosticado, com pensamento abstracto, possuo também inteligência, humor e acima de tudo beleza (para compensar a ausência nos restantes). Tenho dito.

Amigos do Peito

Alfinetes no Palheiro