Sexta-feira, 28 de Outubro de 2005

A TRILOGIA AUTÁRQUICA - PARTE III: PESCADINHA DE RABO NA BOCA

O Alfinete de Peito finalmente conclui o ciclo “A Triogia Autárquica”. Calculamos que já estão fartos de artigos sobre política, mas prometemos três, logo, temos de cumprir…ao contrário da maioria das promessas dos nossos candidatos! Fazemos um pequeno resumo dos acontecimentos mais marcantes das Autárquicas 2005:

Tivemos um autêntico combate de pugilismo num debate na SICK nutícias entre os dois principais candidatos à Câmara Municipal de Lisboa, tudo por causa de um “não” aperto de mão. Já imaginamos o arbitro do combate a anunciar os lutadores:
“No meu lado direito, temos o homem que já esteve em Marte e até trouxe uma recordação, pois a sua cara parece uma cratera, com vocês…Carona Rodrigues.”
“ No meu lado esquerdo, temos o querido que se Bábá enquanto fala e que tem como arma secreta a sua mulher, com vocês…Manuel Carralho.”
“Fight...dlin dlin dlin.”

Já no Porto, Rui Riacho anunciou que derrotou Pintinho deu à Costa por 2-0. E que ele tenha cuidado porque o Estádio do Dragão está a meter água. Em oposição Manuel Carralho chorava Bábá e ranho no Hotel Altis. Como estava a fazer beicinho, Carona Rodrigues, viu-se (quase) obrigado a ligar-lhe para dialogarem antes de anunciar a vitória, como é habitual.

Houve alguns candidatos que por seu lado foram literalmente chumbados, mesmo antes de irem a eleições. Falamos do candidato à Junta de Frequesia de Vila Franca das Naves, Guarda, que foi morto a tiro por um ex-emigrante no primeiro dia de campanha.

Marques Mentes deu pulinhos de alegria, esfregando de contentamento as mãozinhas, afirmando que o PSD cresceu para o País nestas eleições, mas que dele nada poderiam esperar nesse sentido, porque nunca passará de um meia-leca.

Se o arrependimento matásse, Rogério Silvério Gonçalves a esta hora estaria a dever muitas horas à cova. Este professor pagou 80€ ao jornal “Púdico” para pedir desculpas nos classificados, por ter votado no partido do Governo.


Existem outros que decidem dar a mão à palmatória, e como o cargo é só para o estatuto, prometem entregar o seu salário de autarca à Cerci da cidade. Escusado será dizer que o candidato do CDS-PP à Câmara Municipal de Beja nunca foi eleito das três vezes que se apresentou a votos. Quando a esmola é muita, o pobre desconfia…os tugas ainda não estão habituados a coisas grátis, porque normalmente dão com uma e tiram com as duas!

Depois do Major Valentão distribuir electrodomésticos em 2001, este ano o autarca de Maximinos (Braga) decidiu enchouriçar os seus eleitores, enviando uma bela duma alheira para as suas casas. Por outro lado existem aqueles que preferem os seus eleitores embriagados, como no caso da Freguesia de Nelas, Viseu, em que um dos candidatos ofereceu garrafas de vinho com um rótulo de campanha. Mesmo assim, alguns populares disseram que nem bêbados votavam nele!

Na Região Autónoma da Madeira, continua “Tudo Grosso” com o Tio João Garden à frente do comando das tropas. Proferiu as seguintes declarações: “Madeirenses este vai ser o meu último mandato…ou não. É desta vez que vamos tornar-nos independentes dos cubanos. Aproveito para dizer que os jornalistas do contenente são todos uns grandes filhos da p**a. Tenho dito.”

Os Berloques de Esquerda ficaram muito satisfeitos com a presidência da Câmara de Salvaterra de Magos e pela eleição de José Chá Fernandes em Lisboa como vereador. Louçã arriscou-se mesmo a afirmar que, se o Berloque continua a crescer assim, nas próximas autárquicas vai ter de usar gravata!

Jerónimo de Sousa prometeu que para as Presidênciais, vai para o Lux dançar como dança nos comícios da CDU. Quem viu sabe do que estamos a falar, é que o secretário geral mexe bem as ancas. Será que vão adormecer à sombra de um chaparro?

Daqui a quatro anos temos mais...do mesmo.

Factos Reais: Número de Presidentes da Câmara eleitos por partido:
PSD – 124; PS – 98; CDU – 30; PSD/CDS – 16; CDS – 1; BE – 1.
Pensamento do Dia: O contexto social e político em que se realizaram estas Autárquicas não é de todo favorável. À crise económica, junta-se o aumento do IVA, cortes de direitos na função pública, nomeações polémicas e finalmente a cereja no topo do bolo, uma forte contestação social. A derrota para o governo PS não foi tão pesada como à quatro anos, visto que nessa altura as perdas foram tantas que é difícil ser pior. No entanto não será perâ-doce. Não levou (nem devia) à queda do executivo, mas será difícil seguir em frente depois de os eleitores terem mostrado tamanho descontentamento. Se este artigo em vez de “Pescadinha de Rabo na Boca”, se chamasse “Vira o disco e toca o mesmo” ninguém estranharia, porque houve muita gente com uma estranha sensação de dejá-vu.

Temos dito.

Ass: Grizo, Mercador e Tobias.
pregado por Alfinete de Peito às 17:09

link da posta | Espeta um comentário | Junta-o aos melhores!
|
11 comentários:
De Su a 28 de Outubro de 2005 às 20:32
isto é o verdadeiro golpe de ancas...dejá vu....

gostei de ler, como sempre muito atentos

jocas maradas
De mfc a 28 de Outubro de 2005 às 21:19
Vocês têm que fundar um jornal... tal é a análise política... eheheheheh!
Sempre com piada!
De Squeezy a 29 de Outubro de 2005 às 16:08
Não perdem uma chance voces!!! hehehe
De agua_quente a 29 de Outubro de 2005 às 19:17
Não poupam ninguém, safados!! :)) Bom sentido de observação e humor muito afiado. "Louçã arriscou-se mesmo a afirmar que, se o Berloque continua a crescer assim, nas próximas autárquicas vai ter de usar gravata!" ahahaha... foi a que mais gostei!
Beijos
De lique a 29 de Outubro de 2005 às 19:45
Aproveitando o fim de semana, vim deliciar-me com a leitura das vossas crónicas políticas. Dei umas boas gargalhadas. Está uma maravilha de observação e humor.
Beijos e bom fim de semana
De nita4ever a 30 de Outubro de 2005 às 04:01
Olá alfinete,
Passei por aqui para te dar um beijinhu e agradeçer as tuas visitas...Tenho andado mesmo sem tempo para visitar os blogs amigos
:)
tem um óptimo fim de semana
beijinhuu
De isa xana a 30 de Outubro de 2005 às 15:44
aí estes vossos posts políticos... sempre tão reais =p


brigado pelas palavras no meu blog, senti-me muito bem :)

***
De verosimil-utopia a 30 de Outubro de 2005 às 19:16
Já que é para espetar, então vamos a isso! :)
Pois muito bem, primeiro quero dizer que ainda não conhecia este blog, e quefoi graças ao coment no meu blog que aki vim parar. Por isso, agradeço mt a visita.

Qt ao conteúdo do texto, primeiro agradecer as gargalhadas que dei, e que tanta falta me fazem.
Para além disso, a conclusão é mesmo a apresentaram: baralhava e volta a dar. Não muda a merda, mas também não mudam as moscas. São sempre os mesmos chulos a viverem à custa do povo. Povo que é culpado, porque somos nós que temos de mudar as regras do jogo pra melhor. Tenho dito. :)

Um abraço!
De Princesa* a 30 de Outubro de 2005 às 21:19
Dei uma espreitadela plo blog... e fica a vontade de cá pousar mais vezes! Parece-me muito interessante, cheio de humor à mistura.

Obrigada por passarem pela minha 'casa' que tenho construido com amor. Um beijo
De gato_escaldado a 31 de Outubro de 2005 às 11:58
ainda bem que sou autarca retirado e fora de uso. apanhava também nas trombas. mesmo que nunca, por opção, tivesse integrado qualquer "executivo"...

dêem-lhe rijo. força. abraços.

Espeta-o

Contacta o Alfinete

Mail: blogalfinetedepeito arroba sapo ponto pt
Msg: alfinetedepeito arroba gmail ponto com
RSS: RSS do alfinete

Google Reader or Homepage
Subscribe in NewsGator Online
Add to Technorati Favorites!
Get RSS Buttons
online

tags

todas as tags

Pesquisa no Alfinete

 

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Achtung!

Todo e qualquer conteúdo deste blog é fictício, até os seus criadores.

Descubra os Alfinetes!

GRIZO
Delírios verborreicos e silêncios criativos. Adoro ver em ângulo morto e desmontar maratonas de 500 metros. Tenho dito.

MERCADOR
O meu passatempo favorito é fazer omoletas sem ovos. Adoro e ao mesmo tempo odeio pessoas. Gosto de olhar e ver e de pôr a minhoca de molho. Tenho dito.

TOBIAS
Diagnosticado, com pensamento abstracto, possuo também inteligência, humor e acima de tudo beleza (para compensar a ausência nos restantes). Tenho dito.

Amigos do Peito

Alfinetes no Palheiro