Sexta-feira, 11 de Novembro de 2005

UNA RAGAZZA

O Alfinete de Peito teve conhecimento de uma história dos diabos. Uma professora, Caterina Gran Pechonni, 38 anos, lindíssima, irresistível, charmosa, bumbum sagrado, corpo escultural, nível universitário, poliglota, educadíssima, supercarinhosa, com tantas qualidades que nem sabemos como é que foi acabar por leccionar a disciplina de Religião Imoral, foi demitida pela Igreja Católica. Segundo ela, consideravam-na una ragazza atraente demais para leccionar a cadeira.

Eis Caterina em plena aula:


Esta chegou a dar aulas a seminaristas, que na semanas seguintes padeciam de graves tendinites nas mãos e dores na coluna. Alguns destes seminaristas tiverem mesmo de abandonar a batina por motivos de doença profissional.

Outra das razões apresentadas pela Igreja era a de que esta disciplina apresentava um elevado grau de insucesso escolar, sendo os alunos remetidos constantemente para prova oral, não sendo explicítas as razões para tais acontecimentos.

Factos Reais: A Igreja Católica alega que despediu a professora pelo facto desta ser divorciada. Mas Caterina assegura que nunca escondeu aos responsáveis da Igreja que era divorciada desde o ano de 2000. Esta também defende que pode vestir-se como quer quando não está a dar aulas.

Legenda: A verdadeira Caterina


Pensamento do Dia: O hábito faz o monge?!?

Temos dito.
Ass: Grizo, Mercador e Tobias.

pregado por Alfinete de Peito às 02:58

link da posta | Espeta um comentário | Junta-o aos melhores!
|
17 comentários:
De gato_escaldado a 11 de Novembro de 2005 às 11:37
pois claro.isto de andar a "desmamar" crianças tem os seus riscos. perfil modelar de professor de religião e moral só mesmo o Pe. Federico. lembram-se?

sempre na brecha. gosto disso. abraços
De Dilbert a 11 de Novembro de 2005 às 15:30
Só eu é que não tive professoras assim :)
Rapazes, aproveito para vos deixar aqui um abraço e desejos de um óptimo dia & noite de São Martinho
De Viuva Negra a 11 de Novembro de 2005 às 16:19
é só marketing, não ter a igreja contestado coma aversão que era o diabo vestido de saias já foi muito bem hiiih
De Princesa* a 11 de Novembro de 2005 às 19:56
LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL
adorei...

religião IIIImoral
De marakoka a 11 de Novembro de 2005 às 20:27
ehehehehe....imoral:))
jocas maradas
De Vespinha a 11 de Novembro de 2005 às 20:53
Há que tempos que andava para vir aqui!

Isto tá animado,hein?

Bom fim de semana,Grizo,Mercador e Tobias (tive um esquilo chamado Tobias!)

Beijinho da Vespinha
De Binoc a 12 de Novembro de 2005 às 10:29
Só eu, sempre tive professoras velhas ou vesgas.
Bom blog, digo mesmo mais, muito bom blog.
De UnaRagazza a 12 de Novembro de 2005 às 16:18
Poça que até me assueti e li o título do Post!!!! ;) hihihhihh
Pois, é verdade, há ragazzas e ragazzas... enfim...
De mfc a 12 de Novembro de 2005 às 23:41
Esses mentecaptos, em vez de ajudarem as pessoas estigmatizam-nas!
Caridade cristã?? O tanas!!
São uns grandecíssimos.... tu já sabes o que são!!
De Eli a 13 de Novembro de 2005 às 02:37
Eh eh eh

Já viste?! Ainda dizem "e tal porque é jovem"...

Pois... olha que ela não devia estar a fazer um BOM trabalho...

:)

Espeta-o

Contacta o Alfinete

Mail: blogalfinetedepeito arroba sapo ponto pt
Msg: alfinetedepeito arroba gmail ponto com
RSS: RSS do alfinete

Google Reader or Homepage
Subscribe in NewsGator Online
Add to Technorati Favorites!
Get RSS Buttons
online

tags

todas as tags

Pesquisa no Alfinete

 

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Achtung!

Todo e qualquer conteúdo deste blog é fictício, até os seus criadores.

Descubra os Alfinetes!

GRIZO
Delírios verborreicos e silêncios criativos. Adoro ver em ângulo morto e desmontar maratonas de 500 metros. Tenho dito.

MERCADOR
O meu passatempo favorito é fazer omoletas sem ovos. Adoro e ao mesmo tempo odeio pessoas. Gosto de olhar e ver e de pôr a minhoca de molho. Tenho dito.

TOBIAS
Diagnosticado, com pensamento abstracto, possuo também inteligência, humor e acima de tudo beleza (para compensar a ausência nos restantes). Tenho dito.

Amigos do Peito

Alfinetes no Palheiro