Domingo, 15 de Janeiro de 2006

SHOW DE BOLA

O Ministério de (In)Justiça tem dois pesos e duas medidas, de forma a equilibrar a balança (ou não fosse esse o seu símbolo). Como tal decidiu que seria melhor para o bem-estar do ministério ganhar um bocadinho de sotaque brazuca.

No Ministro da (In)Justiça, Adalberto Bosta e seu compincha António Imorais do IGFPJ, estavam um dia em amena cavaqueira quando se aperceberam que em todo o lado havia um funcionário brasileiro, menos no ministério em causa. Assim sendo, Adalberto exigiu a Imorais que lhe arranjasse uma brazuca até ao final do dia.

Imorais, desesperado, decidiu ir dar um passeio até ao Centro Comercial CuLombo, onde subitamente foi abordado por Marineide Crica, empregada do Restaurante “Mete-me o bacalhau de molho!”, com um expressivo “Oi, cara!”. Foi nesse preciso momento que Imorais soube que Marineide era a pessoa ideal para gerir o departamento de “Comes, Bebes e Fo**s” do Ministério. Eis o Curriculum Vitae de Marineide Crica:


Adalberto Bosta considera esta a segunda das suas contratações de lux mesmo muito muito necessárias. A anterior ocorreu em Outubro passado, com a contratação de Susana Boa, justificada pelos seus lindos olhos, como podemos verificar no seguinte despacho do Ministério da (In)Justiça:


Factos Reais: António Morais contratou sem recurso a concurso, Neide Becker, ao contrário do exigido por lei. Neide, até então funcionária de um restaurante no Centro Comercial Colombo, tinha a seu cargo o sector de aprovisionamento e distribuição de todo o conjunto de restaurantes que a sociedade “Senhor do Bacalhau” possui. O caso veio a público através da edição da semana passado do jornal “O Independente”, no qual Neide foi requisitada para ser responsável pelo departamento de logística do IGFPJ, auferindo a modica quantia de 1700 € mensais.

Pensamento do Dia: Interessante o facto de que até para estágios profissionais ser necessário concurso, e neste caso ter sido “ultrapassado” esse pequeníssimo pormenor. Gostávamos de uma explicação. Temos Centros de Emprego a abarrotar com gente qualificada e a necessitar de trabalhar, e não fazemos aí os recrutamentos. Atendendo a que temos mais funcionáios públicos que Espanha e França, e atendendo também à nossa densidade populacional, porque é que não escolhemos um dos milhares de funcionários públicos considerados “excedentários”? Portugal...o país de falsos moralismos sociais.

Temos dito.
Ass: Grizo e Mercador.

pregado por Alfinete de Peito às 15:37

link da posta | Espeta um comentário | Junta-o aos melhores!
|
10 comentários:
De menina graça a 15 de Janeiro de 2006 às 23:04
Desta vez nem tenho vontade de me rir. Há para aí tantos desempregados e depois aqueles senhores lá do governo fazem estas coisas! Vergonha... :(
De ze_das_loas a 16 de Janeiro de 2006 às 12:02
Ando a "marcar" a Menina_Graça. Não vá ela transformar a "retrosaria" num ... serviço público no Ministério do Adalberto Bosca ou aviar alfinetes por estas paragens... rss

abraços.

(Mau gosto mesmo. Sorry, Graça. Abusei?)
De Betty Branco Martins a 16 de Janeiro de 2006 às 15:12
Olá Grizo e Mercador

O vosso texto está DIVINAL!!!

Mas acho que a dita Neide é uma vendedora bastante experiente em lojas de Centros Comercias.

O nosso país é aquela “Malha”

É simplesmente vergonhoso!!!

Beijinhos para os dois :)

Boa semana
De /me a 16 de Janeiro de 2006 às 16:48
Irra...
De Keimadela a 16 de Janeiro de 2006 às 20:38
Tá tudo muito bem dito e explorado. Mas nesse "Pensamento do Dia" falta a menção a que nem todos os portugueses, mesmo necessitados, se sujeitam a todos os tipos de trabalho.
Um abraço Numenesse
De Misty a 17 de Janeiro de 2006 às 10:18
Olá, Alfinetes.

Subitamente, fiquei sem vontade de rir.

bjs
De Ricardo a 17 de Janeiro de 2006 às 11:57
mais um caso para dizer no comments.... mas quero aqui dizer uma coisinha lol.... de facto há func públicos q não fazem puto, mas tb os há que fazem o deles e ainda o dos q n fazem puto... e falo por exp própria... mas uma coisa é certa desmotiva e ninguém me garante q daqui a uns anos não esteja igual... mas sinceramente espero q não....
De Ana a 17 de Janeiro de 2006 às 15:52
isso é verídico?? Meu Deus, depois dos casos das escutas ilícitas, pensava que isto não podia piorar... afinal pode!
*
De Insolente a 17 de Janeiro de 2006 às 16:47
eis quando o humor e acomédia dão lugar á facada toda ela aguçada e verdadeira e que tantos politicos e não só estão para levar (na peida) á tanto e tanto tempo... assim é que é... ora entao um grande bem haja
De Nanita a 17 de Janeiro de 2006 às 19:17
Vou mudar o meu nome para Neide... nao tenho é uma bunda daqueles, mas pode ser que tenha sorte!

Espeta-o

Contacta o Alfinete

Mail: blogalfinetedepeito arroba sapo ponto pt
Msg: alfinetedepeito arroba gmail ponto com
RSS: RSS do alfinete

Google Reader or Homepage
Subscribe in NewsGator Online
Add to Technorati Favorites!
Get RSS Buttons
online

tags

todas as tags

Pesquisa no Alfinete

 

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Achtung!

Todo e qualquer conteúdo deste blog é fictício, até os seus criadores.

Descubra os Alfinetes!

GRIZO
Delírios verborreicos e silêncios criativos. Adoro ver em ângulo morto e desmontar maratonas de 500 metros. Tenho dito.

MERCADOR
O meu passatempo favorito é fazer omoletas sem ovos. Adoro e ao mesmo tempo odeio pessoas. Gosto de olhar e ver e de pôr a minhoca de molho. Tenho dito.

TOBIAS
Diagnosticado, com pensamento abstracto, possuo também inteligência, humor e acima de tudo beleza (para compensar a ausência nos restantes). Tenho dito.

Amigos do Peito

Alfinetes no Palheiro