Segunda-feira, 6 de Março de 2006

1 ANO A ESPETÁ-LO

Tudo começou numa ida ao café, um lançou a ideia, o outro, o nome. A amizade sustentou a ideia e assim nasceu o Alfinete de Peito.

Decidimos à prióri nunca assinar em nome próprio pois toda a encenação teatral que se configurou no blog assim o exigia. O desembocar na criação de personagens revelou-se a solução mais plausível, tendo em conta o contexto de base.

Na verdade o que escrevemos espelha uma parte da nossa essência - o gosto pela criação de espaços de recreio, delirantes mas com componente lúdica, que juntos erguemos e partilhamos. O processo criativo surge de uma intensa e exaustiva pesquisa de informação, alguns momentos de introspecção e a dose certa de criatividade e inovação. A transversalidade de conteúdos e a sua diferenciação são eixos indissociáveis à nossa escrita.

Não deixando se "ser", reinventamos um "nós", que com as características intrínsecas ao trabalho de criação em grupo, se traduz numa linha adaptativa de pensar, num conjunto de espelhos de significações heterogéneas, apreendidas pelos unos plurais que nos visitam. Este espaço virtual permitiu a expansão e a exploração da nossa liberdade criativa. O riso e o sorriso são anexos que não ignoramos, mas que surgem apenas como consequência.

Eis o depoimento dos nossos colegas de equipa:
Tobias - Agora que passou um ano, estamos mais sóbrios, maduros e cada vez mais parvos!!! Tentamos e tentaremos sempre dar o melhor, sempre a um ritmo de muita descontração e diversão, pois ser alfinete é isso, é ter um humor descontraido mas com um toque de seriedade!

Teodoro - Um poeta busca sempre o amor da sua musa. Um ano depois, a nossa relação continua, tem os seus altos e baixos, tem as suas mudanças, mas a paixão permanece e continua a arder nos dedos de cada um dos alfinetes. Este nosso amor, que é o de fazer rir, nem sempre é constante ( aqui deste alfinete), mas é eterno, pois não há paixão que não o seja. Um ano passou, espaço para crescer é o meu desejo para este blog, juntamente com imaginação, criatividade e sorte!

Billy - O meu início no Alfinete deu-se um bocado... sem querer! Sem querer porque foram "uns bitaites" que acabaram em gargalhadas e uma paixão pela música (que tenho a felicidade de partilhar com um amigo do peito) que despertaram o interesse do Alfinete. Sinto que depois de muito tempo, estou a fazer algo de que realmente gosto, tenho em mãos um projecto que me permite crescer como músico, e desta forma junto o útil ao agradável. Olho para o Alfinete de Peito como uma voz que gostava que acompanhasse a todos, a qualquer hora do dia, trazendo um momento de descontração aliado a uma reflexão.

E como a nossa memória não é curta, deixamos também uma palavra de apreço para outros alfinetes que por aqui passaram: Kozmix e Mestre. Obrigado rapazes!

Não podíamos deixar de festejar esta data, e como tal, decidimos realizar um jantar, reunindo a equipa. Aqui está a foto do bolo!


Estatísticas de um ano:
- Visitas = 21900
- Comentários = 1211
- Posts = 88
- Média Comentários/Post = 14

Espera-vos mais um ano de espetadelas!!! Contamos com o vosso apoio e amizade. A todos, o nosso MUITO OBRIGADO.

Temos dito.
Ass: Grizo e Mercador
pregado por Alfinete de Peito às 00:56

link da posta | Espeta um comentário | Junta-o aos melhores!
|
57 comentários:
De hole in my vein a 6 de Março de 2006 às 14:50
os meus parabéns.... :)
De Antónimo a 6 de Março de 2006 às 15:28
Espera-se mais um ano de grandes feitos! Paus... ou não!

Abraço para todos, e continuação do bom trabalho que têm vindo a desenvolver.

Citro
De Reflex a 6 de Março de 2006 às 16:21
Parabéns aos alfinetes!! Desejo-vos muitos mais anos de muitas espetadelas!!:)
De Suse a 6 de Março de 2006 às 18:24
Parabéns a boceses, nesta data inquerida! :p :p Meus amiguinhos!!! Alfinetinhos! Tão fofinhos!! Inhos Inhos Inhos!! :p

Continuem! :) Besos*
De Keimadela a 6 de Março de 2006 às 18:46
Parabéns! O vosso espaço por aqui já está ganho, agora daqui para a frente limitem-se a alargá-lo e nunca a ocupar algo já existente ;) sempre espetanço seguro! Abração Numenesse
De TMara a 6 de Março de 2006 às 18:55
as vossas "espetadelas" são tao saudáveis k agora é inimaginável pensar ficar sem elas. Obrigada pelas inteligentes, informadas (por vezes muito pedagógicas) partilhas.Bjocas de luz e paz. bem hajam. parabéns, contem muitos e bons e k eu cá esteja para, pelo menos desta forma, as partilhar convosco.
De TMara a 6 de Março de 2006 às 18:55
as vossas "espetadelas" são tao saudáveis k agora é inimaginável pensar ficar sem elas. Obrigada pelas inteligentes, informadas (por vezes muito pedagógicas) partilhas.Bjocas de luz e paz. bem hajam. parabéns, contem muitos e bons e k eu cá esteja para, pelo menos desta forma, as partilhar convosco.
De Di a 6 de Março de 2006 às 18:57
os meus parabens!!!
e dificil encontrar blogs assim e o vosso ja tem um lugar de destak no meu...

bjs e espetem mais (",)
De RG a 6 de Março de 2006 às 19:26
As estatísticas não enganam. O Blog é mesmo de qualidade. Parabéns e continuem em força.
De xugar a 6 de Março de 2006 às 19:48
muitos parabensssssssssssssssssss
eu ontem n fiz 1..fiz 19
ehehe

va bjinho
xugar

Espeta-o

Contacta o Alfinete

Mail: blogalfinetedepeito arroba sapo ponto pt
Msg: alfinetedepeito arroba gmail ponto com
RSS: RSS do alfinete

Google Reader or Homepage
Subscribe in NewsGator Online
Add to Technorati Favorites!
Get RSS Buttons
online

tags

todas as tags

Pesquisa no Alfinete

 

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Achtung!

Todo e qualquer conteúdo deste blog é fictício, até os seus criadores.

Descubra os Alfinetes!

GRIZO
Delírios verborreicos e silêncios criativos. Adoro ver em ângulo morto e desmontar maratonas de 500 metros. Tenho dito.

MERCADOR
O meu passatempo favorito é fazer omoletas sem ovos. Adoro e ao mesmo tempo odeio pessoas. Gosto de olhar e ver e de pôr a minhoca de molho. Tenho dito.

TOBIAS
Diagnosticado, com pensamento abstracto, possuo também inteligência, humor e acima de tudo beleza (para compensar a ausência nos restantes). Tenho dito.

Amigos do Peito

Alfinetes no Palheiro