Quinta-feira, 8 de Março de 2007

VICENTES 2007 – THE BANANA REPUBLIQUE



É novamente com muito suor, lágrimas, sexo e algumas estatuetas que temos o orgulho e o prazer de vos apresentar “The 79th Annual Academy Awards – THE VICENTES”. Após duas edições que foram um estrondo, como podem ver aqui e aqui, esta não tem qualquer comparação...é pior! Esta gala ocorreu num beco escuro, assim no estilo de uma reunião da maçonaria.

De seguida apresentamos os fabulosos vencedores desta noite de glamour...

Melhor Actor Principal – Alberto João Jardim em “O Último Rei da Madeira
Melhor Actriz Principal –  Carolina Salgado em “Memórias de uma Gueixa
Melhor Actor Secundário – Paulo Portas em “Volver”
Melhor Actriz Secundária – José Castelo Branco em “O José Veste Prada
Melhor Filme – Salazar com “The Departed – Entre Fascistas
Melhor Filme Português – “Filme da Treta”, um filme sobre o cinema que se faz neste quintal à beira-mar plantado
Melhor Guarda-Roupa“Dreamgirls”, um filmes que retrata a lingerie das meninas das capas de revista da FHM e GQ
Melhor Realizador – Alberto João Jardim em “Volver”
Melhor Documentário – “Uma Verdade Inconveniente”, um documentário que retrata a mudança de sexo da Filha do Nené
Melhor Filme Estrangeiro – Saddam Hussein em “Irocalypto”, um filme sobre a civilização iraquiana e a queda do seu líder...com umas cabeças a rolar à mistura
Melhor Direcção Artística - Carmona Rodrigues em  "O Coleccionador de Pastas", após acumular pastas como as do Urbanismo, Finanças, Aprovisionamento, Seguros, Eastpak e Colgate.
Prémio Carreira – Hitler em “O Bom Alemão
Melhor Banda Sonora - Gipsy Kings com "Já vi Jeovás" em "T de Testemunha"
Prémio Make-Up – Herman José em “A Gayinha”, apanhado descolorado na Hora G
Melhor Argumento – Manuel Pinho com  "Portugal é um país competitivo em termos de custos salariais." em “Contado Ninguém Acredita
Melhor Longa-Montagem – Elsa Raposo em “A Mãe agora não pode...”
Melhores Efeitos Especiais – “Voo 110”, um filme que retrata o número de voos da CIA nos Açores
Melhor Direcção de Fotografia – Mulher do Mantorras em “A Dália Negra”

De seguida os prémios que os media não falam, e o menino Jesus também não, pois nem ele se lembrou destes...

Melhor Filme Geek“Firewall”, um filme sobre o relacionamento de um vírus e de um trojan para lá da muralha informática
Melhor OPA – Belmiro de Azevedo em “Lavado em Lágrimas”
Melhor TraduçãoPecados íntimos (Little Children)
Melhor Aborto – “Orgulho e Preconceito”, um filme sobre a campanha eleitoral dos apoiantes do “Não” no referendo ao Aborto
Melhor Saco Azul – “Piratas de Felgueiras: O Cofre de Fátima”, um filme sobre os desvios financeiros de Fátima Felgueiras ao comando da Autarquia da cidade de seu apelido
Melhor Comédia – “O Amor Não Tira Férias”, mas mete baixa! Um filme baseado na experiência do Amor na Função Pública
Melhor Desaparecimento – Luís de Matos em “O Ilusionista
Melhor Dança – “Ritmo e Sedução”, um filme sobre Sónia Araújo no Dança Comigo
Melhor Combustível – “98 Octanas”, um filme sobre o aumento dos preços do Combustível
Melhor Guerrilha – José Eduardo dos Santos em “Diamantes de Sangue”

O grande vencedor foi sem sobra de incertezas, o Rei das Bananas, Alberto João Jardim, que levou para o Funchal dois dos mais importantes prémios da noite. Para o ano há mais!

Factos Reais:
- A primeira cerimónia de entrega dos Óscares, no ano de 1929, durou apenas 5 minutos. Nenhum dos 3 actores nomeados apareceu.
- Em 1972, Marlon Brando venceu o Óscar de Melhor Actor, por “O Padrinho”, mas foi uma mulher vestida de Índia que, em seu nome, recusou a estatueta. Disse ainda que tinha um discurso de 15 páginas para ler para explicar a recusa, mas foi impedida de o fazer.
- Em 1978, Woody Allen venceu o prémio de Melhor Realizador por “Annie Hall”. Não compareceu na cerimónia porque preferiu tocar clarinete com a sua banda. E até disse que o Óscar “não significava nada para ele”.
- O filme mais visto em Portugal em 2006 foi o “Código Da Vinci”.

Pensamento do Dia: Tinha que ser feito, é o único post que repetimos anualmente!

Temos dito.
Ass: Almiscaro, Grizo, Mercador e Tobias.
sinto-me: Vicente
música: Marilyn Manson - The Dope Show
Sábado, 7 de Maio de 2005

3 CURTAS M(I)TRAGENS PORTUGUESAS

1 - RECLUSOS DE ALCOENTRE ABANDONAM O PROTESTO

Realizador: Arlindo Bobine (Vencedor do Peluche de Ouro no Festival de Canneloni 56)

Os 1313 reclusos que estiveram durante toda a manhã em cima do telhado do estabelecimento prisional de Alcoentre, a olhar para as estrelas, julgando ver a Ursa do Meio, já desceram à terra depois de uma conversa com o sub-director geral da NASA, Tempestade dos Santos.

Fonte da Direcção Geral dos Serviços Prisionais disse ao Alfinete de Peito que se tratou de um “protesto muito emotivo”, pois estava a dar o final dos Morangos com Açúcar, que levou a que um preso se atirasse do telhado porque pensava que podia ir a voar para os braços do Pipo. Este preso foi socorrido no local pelos Power Rangers e transportado para o Posto de Saúde Tinoni apresentando fracturas nas virilhas e no dedo mindinho do pé. No entanto asseguramos que não corre risco de vida.
 
 
 
 
 


2 – REPRATRIADOS CLANDESTINOS CAPTURADOS

Realizador: Orlando Take One (Vencedor do Ventas de Urso no Fantasporno 97)

O Alfinete de Peito em colaboração com a Polícia Marítima capturou 5 cidadãos oriundos da Guiné Conacri que, alegadamente, viajavam de forma clandestina num petroleiro até ao Porto de Sines.

Estes escolheram Portugal como destino depois de saberem que o Mantorras renovou com o Benfica até 2010, querendo-se assim alistar nos juniores do clube.

No entanto, estes deverão ser repatriados a partir dos Açores. O Navio “Estai Escuro nos Porão” deverá passar pelo arquipélago açoriano nos próximos dias, fazendo escala rumo a Nova Iorque, onde estes 5 guineenses tentarão a sua sorte numa equipa da NBA.
 
 
 


3 – O PENSO DE MARIA MADALENA

Realizador: Abstracto da Câmara (Vencedor do Euro Milhões, só assim teria budget para fazer um filme tão merdoso quanto este)

O que está dentro da mala de Natália Verbeck?

Na realidade este anúncio publicitário nunca convenceu ninguém, tudo não passa de uma manobra política orquestrada pela Igreja Católica para distrair a atenção da opinião pública a propósito da eleição do novo Pápa.

Tudo se encontra descrito no “Novo Código Da Vincireeditado, ilustrado e pintalgado”. Dan Brown brilhantemente utiliza as mais diversas metáforas para desvendar o segredo dos Illuminati (patrocinado pela Gillamp).

Os segredos são os seguintes:

1º - Natalia Verbeck é a reencarnação de Maria Madalena;

2º - O Santo Graal é nada mais, nada menos do que um Evax Tanga usado, contendo as actas do Conclave.

Já diz o Povo: “Quem tem boca vai a Roma!”
 
 


Temos dito.

Ass: Grizo, Kozmix, Krytor, Mercador
tags:
Sexta-feira, 25 de Março de 2005

THE VICENTES

É com muito orgulho, carinho, suor, emoção e vaselina que o Alfinete de Peito apresenta “The 77th Annual Academy Awards – THE VICENTES”. Esta cerimónia ocorreu na sub-cave da Quinta da Parrachita, ao ar livre. Este evento contou com a presença de muitas estrelas, na sua maioria decadentes.

De seguida apresentamos os vencedores da noite...

Melhor Actor Principal – Santana Lopes em “The Navigator – Contra ventos e marés a favor de Portugal
Melhor Actriz Principal – Betty Graffstein em “Million Dollar Baby
Melhor Actor Secundário – Paulo Portas em “Estás frito, meu!
Melhor Actriz Secundária – José Castelo Branco em “Million Dollar Baby
Melhor Filme – “Finding Neverland”, um filme de Pedro Santana Lopes
Melhor Filme Português – “Sorte Nula”, o filme que retrata a época futebolística da equipa do F.C.P. desde a saída do Mister Mourinho
Melhor Filme de Animação – “Gang do Tubaralho”, um filme das Produções Casapianas
Melhor Direcção Artística – Ediberto Lima em “Big Show Sic”, quem mais consegue ter um programa no ar por mais de 2 anos com bailarinas que parecem “meninas de programa” (no fundo putas) dos países de leste.
Melhor Guarda-Roupa – Alexandre Frota em “Alexandre, o grande”
Melhor Realizador – Papa em “A Paixão de Cristo”
Melhor Documentário – Marcelo Rebelo de Sousa com “Lost in Translation”
Melhor Filme Estrangeiro – “21 gramas” com Maradona no Leading Role
Prémio Carreira – Papa (outro bem haja para o Mister), destacamos a sua presença na nova série do “ER – Serviço de Urgências”, Sextas à noite no Canal Vaticano
Prémio Make-up – Fátima Felgueiras pela sua peruca em “Terminal de Aeroporto: Porto Galinhas
Melhor Banda Sonora – Papa feat. Ozone com “Draghostias Din Tei” em “Come o Papa, Joana come o Papa
Melhor Argumento – Carlos Cruz com “Tou Inocente” em “CSI: Processo Casa Pia
Melhor Curta Metragem – Marques Mendes em “Danoninho: falta-te um bocadinho assim
Melhores Efeitos Especiais – Moisés em “Mar Adentro
Melhor Direcção de Fotografia – Papa em “Calendário Pirelli

E agora aqueles prémios que não interessam nem ao menino Jesus...

O Mais Peludo da Tela - Tony Ramos em “O Planeta dos Macacos
Melhor Documentário à margem do Rio Sado - “Troy
Melhor Traqueotomia - Papa em “Janela Indiscreta
Melhor Tradução Luso-Brasileira - Roberto Leal em “A Cidade de Deus
Melhor Filme Pedofilo – Bibi em “I’ll eat you in my dreams
Melhor Filme Amaricate – Bush com “Massacre no Texas

O vencedor destacável foi sua Eminência “O Mister” Papa, levando para o Vaticano 5 Vicentes. Visivelmente emocionado proferiu, aquando da sua subida ao palco, as seguintes e sábias palavras, em código morse: “Bibibi bi beri beri bi bi bibi”.


Temos dito.

Ass: Grizo, Mercador e Kozmix


tags: ,

Contacta o Alfinete

Mail: blogalfinetedepeito arroba sapo ponto pt
Msg: alfinetedepeito arroba gmail ponto com
RSS: RSS do alfinete

Google Reader or Homepage
Subscribe in NewsGator Online
Add to Technorati Favorites!
Get RSS Buttons
online

tags

todas as tags

Pesquisa no Alfinete

 

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Achtung!

Todo e qualquer conteúdo deste blog é fictício, até os seus criadores.

Descubra os Alfinetes!

GRIZO
Delírios verborreicos e silêncios criativos. Adoro ver em ângulo morto e desmontar maratonas de 500 metros. Tenho dito.

MERCADOR
O meu passatempo favorito é fazer omoletas sem ovos. Adoro e ao mesmo tempo odeio pessoas. Gosto de olhar e ver e de pôr a minhoca de molho. Tenho dito.

TOBIAS
Diagnosticado, com pensamento abstracto, possuo também inteligência, humor e acima de tudo beleza (para compensar a ausência nos restantes). Tenho dito.

Amigos do Peito

Alfinetes no Palheiro