Quarta-feira, 31 de Maio de 2006

VÍRUS "MORANGUITO"

Sempre preocupado com a saúde dos nossos leitores, o Alfinete de Peito, em colaboração com o reputado virulogista de Freixo-de-Espada-à-Cinta, Dr. Adoçante, analisou a fundo um fenómeno que tem vindo a contagiar a população tuga.

É que ao que parece, anda por aí um vírus que se propaga tão rapidamente quanto os impostos, as lojas chinesas, ou o cheiro de um "pum", mas que ataca essencialmente crianças e adolescentes.

O primeiro caso observado pelo Dr. Adoçante foi o menino Chiquinho, que apresentava queixas de deslumbramento e felicidade, e que tinha tudo menos açúcar no sangue. Este vírus é altamente contagioso, e amostras recentemente analisadas no Alfitech demonstram a sua aparência verdadeiramente assustadora!!


De momento ainda se desconhece qualquer forma de tratamento. Se sentir ou conhecer alguém com sintomas de:
- Delírios;
- Histerismo;
- Incontinência Urinária;
- Alcoolismo Precoce;
- Marcas de lábios no ecrã da televisão;
- Decotes até aos calcanhares, em tenra idade;
- Crenças de que o milho é para si e não para os pardais;
- ... e tendência obssessiva para comer sobremesas...
...Esteja atento, pode estar infectado!!!

Recentemente tivémos também conhecimento de crianças a entupir urgências de Hospitais, queixando-se de micoses várias. Os efeitos podem ser tão devastadores quanto subtis , de forma que até se fazem notar num inocente desenho de uma escola feito por uma criança...


AAAAHHHH!!! Já são seis horas!!! Desimpeçam o sofáaaaaa...

Factos reais: Recentemente uma onda de "alergias" atingiu vários estabelecimentos de ensino por todo o país, fazendo com que cerca de 200 alunos de seis escolas se tenham queixado de comichões e vermelhidões na pele tendo acorrido aos diversos serviços de saúde. Após observação médica, apenas um ou outro apresentavam verdadeiras alergias. Alguns especialistas consideram que tal facto poderá estar ligado à novela "Morangos com Açúcar", que nos últimos episódios tinha apresentado uma situação semelhante.

Pensamento do dia: Os recentes episódios de alergias colectivas, rapidamente foram "colados" à novela "Morangos com Açúcar". Tais comportamentos levantam a discussão sobre a diferença entre ficção e realidade, e a capacidade das crianças em distinguir as duas coisas. Os comportamentos de imitação/identificação com as personagens do enredo são bastante comuns. Urge a discussão dos temas entre pais e filhos, algo que aliás levanta também a questão da cada vez maior falta de diálogo. Mas não só. Estes factos devem também significar um sinal de alerta para o argumento, pois para muitas crianças o limite entre o objectivo pedagógico e a capacidade interpretativa pode ser muito ténue.

Temos dito.

Ass: Grizo e Mercador.
pregado por Alfinete de Peito às 16:49

link da posta | Junta-o aos melhores!
De anamnese a 1 de Junho de 2006 às 02:36
Creio que a linha interpretativa da ficção e da realidade será sempre muito ténue, para os mais novos. Esse é um tema já mastigado e devidamente ruminado, mas há-de ser sempre actual. A influência das modas nos miúdos é indiscutível e preocupante. Creio que revela falta de diálogo e informação, da parte dos pais. Tudo começa aí... Tudo começa sempre aí, no seio do lar.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


Contacta o Alfinete

Mail: blogalfinetedepeito arroba sapo ponto pt
Msg: alfinetedepeito arroba gmail ponto com

tags

todas as tags

Pesquisa no Alfinete

 

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Achtung!

Todo e qualquer conteúdo deste blog é fictício, até os seus criadores.

Descubra os Alfinetes!

GRIZO
Delírios verborreicos e silêncios criativos. Adoro ver em ângulo morto e desmontar maratonas de 500 metros. Tenho dito.

MERCADOR
O meu passatempo favorito é fazer omoletas sem ovos. Adoro e ao mesmo tempo odeio pessoas. Gosto de olhar e ver e de pôr a minhoca de molho. Tenho dito.

TOBIAS
Diagnosticado, com pensamento abstracto, possuo também inteligência, humor e acima de tudo beleza (para compensar a ausência nos restantes). Tenho dito.

Amigos do Peito

Alfinetes no Palheiro