Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2006

O CRIME DO PADRE FUDERICO

Resumo do Filme:

Fuderico é um jovem padre, recém-chegado de Celorico da Beira, que vem para um bairro a fim de substituir o pároco, Francisco Monchique, que entretanto assumira ser gay e gostar de rabanadas.

É um bairro ameno, quentinho vá... ok, quente, por vezes muito quente. Tão quente que leva Amélia, trabalhadora no negócio das carnes, a se despir no confessionário. Fuderico, à medida que se vai integrando em Celorico, é confrontado com a descrença dos ateus, que por motivos vários se afastaram da igreja - quer devido às ostias se encontrarem fora de prazo, quer por a Igreja não ter ar-condicionado.

No decorrer da luta pelo ar-condicionado, Fuderico fuderica com Amélia, a tal das carnes, que irá fazê-lo questionar a sua vocação, originando um tortuoso conflito interior. O conflito entre o homem e os seus testículos.

Por um lado até já há ostias de camarão, mas por outro não se mostra capaz de resistir a uma boa pratada do Bacalhau de Amélia, acabando por se deixar escorregar constantemente para cima desta.

No entanto, o crime do Padre Fuderico, não reside nesta sua fraqueza por bacalhau, mas sim na forma reprovável e egoísta de o comer, não partilhando com os restantes paroquianos. E é em torno deste controverso fudericanço que gravitam outras pequenas histórias...

A Crítica, por Bento Décimo-Sexto:

O crime do Padre Fuderico não encerra em si mesmo uma quebra de valores, pois como é possível verificar, Fuderico achou que a ideia de fudericar Amélia, era de valor. Realmente poderia ser pior, ele podia ser gay, tal como o Padre que foi expulso. Aliás, esse momento do filme, retrata bem o preconceito da minha Igreja.

Se fosse um filme porno dava-lhe 5 estrelas, se fosse simplesmente erótico dava-lhe 4 estrelas, se fosse de hollywood dava-lhe 3 estrelas, se metesse a Soraia Chaves dava-lhe duas, como é Português dou-lhe apenas 1 estrela.

Factos Reais: O filme "O Crime do Padre Amaro", teve a melhor estreia de sempre com 53 mil espectadores em 25 salas, tornando-se no filme português mais visto de todos os tempos, com cerca de 363.000 espectadores. Este projecto nasceu e chegou às salas em apenas seis meses.

Pensamento do Dia: Curioso verificar que os dois filmes mais vistos da história do cinema português tenham como personagens principais padres e falem de desejos proibidos. Pecado e Voyeurismo são pelos visto um cocktail explosivo para o espectador português.

Temos dito.

Ass: Grizo e Mercador.

P.S. (Resultado do Quebra-Cabeças): O número correcto de triângulos que constam da imagem do post anterior é de 31. Parabéns portanto ao Tiago, do "Harmonia na Dissonância"! Obrigado pela tua participação! Bem como a todos os que participaram!

pregado por Alfinete de Peito às 00:29

link da posta | Espeta um comentário | Junta-o aos melhores!
30 comentários:
De Suse a 30 de Janeiro de 2006 às 15:07
Mais uma vez a inaugurar o marcador!! Vai Suse, segue em linha recto, faz um pivot, de seguida um salto e remataaaaaaaaaa!!! Golooooooooo!!!!

Por 1 não acertei.. :( que tristeza!Mas pronto, já agora ganhei o mais importante: a participação! (cof cof)

O Padre Fuderico até que é bem jeitoso, pelo menos no filme e devo dizer que gostei de todas as interpretações! Grandes surpresas no panorama nacional! :) Sim senhor!!

Pena é que na nova série da SIC que mais dá para terminar os nossos fds a chorar pelo seinfeld, faça uma interpretação tão fraca.. juntamente com os outros pobres actores.. ( não sabia que a Tété Guilhermina tb era atriz).

Adorei a conclusão final! Realmente o que o povo quer é voyerismo e F*da!

Kisses!
De Tiago a 30 de Janeiro de 2006 às 15:10
GANHEEEEEEEEEEEEI :D

Obrigadinho pela publicidade :P

:):):)
De Ana a 30 de Janeiro de 2006 às 16:27
Ah!, eu até gostei do Padre Amaro... Mas acho que a Sra Dª Soraia deve ser tão boa actriz que aparece sempre quase despida! Como diz um amigo meu: "Que ela é boa, lá isso é!":P
beijinhos
De Antónimo a 30 de Janeiro de 2006 às 16:48
São grandes! Tenho escrito!
Ah, eu também tenho uma história dum padre, aquele que se barricou na sacristia. Foi capa do Correio da Manhã e tudo. Se ainda não viram, têm de ver...
A Soraia Chaves anda a partir isto tudo! E diga-se de passagem que com o nojo que é a representação da grande maioria dos actores portugueses, pelo menos ainda se vê algo com qualidade.

P.S - Foda-se para a Word Verification, mais parece que estava a ofender o meu chefe em russo!

Abraços
Citro
De brun0.m@rkez a 30 de Janeiro de 2006 às 22:17
ainda não vi o filme, para já ando a estudar as personagens... :P

anda pra aí fudericanço até mais não! lol
De Betty Branco Martins a 30 de Janeiro de 2006 às 22:47
Parabéns, Grizo e Mercador

Vocês para criar/imaginar , estão mesmo para as curvas - Fudericar - fudericanço, bom! Só vocês mesmo!!!

Beijinhos

Boa semana
De ze_das_loas a 31 de Janeiro de 2006 às 14:48
Uns bons "sacristas" vocês me sairam. Sexo e religião sempre andaram lado a lado. Coitado do padre Fuderico, atão não pode dar uma dentadinha na maça?!...

De cinco estrelas, o post. Abraços
De viver em segredo a 31 de Janeiro de 2006 às 17:34
jvbem...eu fui ver quando estreou e tenho de admitir...gostei!!! :) vai-se lá saber porquê...talvez...como disse 'a outra'...temos padre...beijinhos a voces
De Estrela do mar a 31 de Janeiro de 2006 às 18:21
...ainda não vi...mas as óstias fora do prazo e a igreja não ter ar condicionado...estão demais...


Jinhossssss
De marco a 31 de Janeiro de 2006 às 21:20
eu ja vi o filme..mas nao foi no cinema..foi k7 pirata...mas deu pa ver a qualidade da soraia chaves

Espeta-o

Contacta o Alfinete

Mail: blogalfinetedepeito arroba sapo ponto pt
Msg: alfinetedepeito arroba gmail ponto com

tags

todas as tags

Pesquisa no Alfinete

 

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Achtung!

Todo e qualquer conteúdo deste blog é fictício, até os seus criadores.

Descubra os Alfinetes!

GRIZO
Delírios verborreicos e silêncios criativos. Adoro ver em ângulo morto e desmontar maratonas de 500 metros. Tenho dito.

MERCADOR
O meu passatempo favorito é fazer omoletas sem ovos. Adoro e ao mesmo tempo odeio pessoas. Gosto de olhar e ver e de pôr a minhoca de molho. Tenho dito.

TOBIAS
Diagnosticado, com pensamento abstracto, possuo também inteligência, humor e acima de tudo beleza (para compensar a ausência nos restantes). Tenho dito.

Amigos do Peito

Alfinetes no Palheiro