Sexta-feira, 6 de Janeiro de 2006

BRANCO MAIS BRANCO NÃO HÁ!

O Alfinete de Peito, após o êxito estrondoso do seu programa semanal de apenas uma edição “Panelas, Panelinhas e Paneleiros”, onde ensinámos a descongelar salários, foi novamente contactado pela "TV Cabo a Metro" para um novo projecto. Desta feita, o programa chamar-se-á “Ilícito é o Senhor Doutor” e explicará como fazer o branqueamento de capitais.

Na verdade é bastante fácil, bastando simplesmente que seja um pulha e esteja com vontade de fazer asneira, senão atente ao seguinte:

Ingredientes (Para apenas um anjinho):
- Um molho de armas ilegais;
- Dinheiro a gosto;
- Uma máquina de lavar, caso não tenha também serve um tanque de lavar tipo “clássico”;
- Uma embalagem de 24 doses de Tide, ou em alternativa um litro de lixívia para notas verdinhas;
- Duas chávenas de arroz malandro;
- Moradias e automóveis de luxo quanto baste.

Modo de Preparação:
Comece por vender as armas a um qualquer grupo terrorista. Não se esqueça que quanto mais pessoas “derem o badagaio”, mais saboroso será o “bolo” que lhe calhará a si. Com as notas provenientes do negócio, forre o tanque de lavar. Salteie o arroz malandro e junte o litro de lexívia. Preencha os espaços disponíveis entre as notas com este preparado e aguarde até concretizar a compra das moradias e dos automóveis. Venda assim que deseje e circule pela rua com aquele ar feliz de quem foi recentemente promovido.

Factos Reais: O branqueamento de capitais é uma actividade criminosa que sucede a uma outra (como por exemplo o tráfico de armas ou de droga), integrando o dinheiro proveniente destes crimes no circuito legal. Posteriormente são efectuadas uma série de transacções que vão dificultando cada vez mais a localização da origem do dinheiro, sendo este novamente introduzido em sistemas financeiros no final deste processo, dando a aparência de um montante lícito.

Legenda: No final não se esqueça de lavar bem as mãos e fazer ar de importante!

Pensamento do Dia: Corrupção existe em todo o mundo, estranho fenómeno (ou não!) do latino ser por base mais corrupto. Infelizmente muitas das pessoas ditas “benzocas” praticam este tipo de actos e nunca são apanhadas, porque o sistema de fiscalização e combate à corrupção é muito reduzido. Será que os organismos estatais já fizeram contas para saber quanto lucrariam se investissem nessa área? Novamente vivemos de compadrios e lobby’s e fechamos os olhos não querendo ver o que se passa à nossa volta.


Temos dito.
Ass: Grizo e Mercador

pregado por Alfinete de Peito às 00:08

link da posta | Espeta um comentário | Junta-o aos melhores!
15 comentários:
De Suse a 6 de Janeiro de 2006 às 16:37
Eheheh! Vou inaugurar este post com um comentário! Eu não me importava mesmo nada que um branquinho desses me viesse parar ao bolso! Dinheiro nunca é demais, e como não sou racista até pode ser de qualquer cor, preferindo o verde :p
Só um achego: no vosso menu lateral direito têm as letras a cinzento sobre fundo laranja que me fere a vista cada vez que olho para lá! E se pusessem a cor das letras a preto? :p
Kisses a todos!
De Raquel V. a 6 de Janeiro de 2006 às 18:01
Ou fecham-se os olhos para n se perder o emprego...
De brun0.m@rkez a 6 de Janeiro de 2006 às 18:46
felizmente nasci capaz de preferir ser honesto!!

;)
De Os 3 porquinhos a 7 de Janeiro de 2006 às 00:30
se os organismos estatais descecem à Terra e pensassem no quanto lucrariam com a legalização da prostituição e da droga provavelmente não viveriamos num país com tantas dificuldades. Se eles fecham os olhos porque não hei de eu fechar?...
não comento mais o blog porque akelas letrinhas lá no fundo pa confirmar não vão com nd

AS
De António A. Antunes a 8 de Janeiro de 2006 às 00:13
Pessoal estão prontos para vir conhecer o Antunes?
De Insolente a 8 de Janeiro de 2006 às 12:29
axo mal andarem aía dizer que os latinos sao corruptos e tal... vá mudem lá isso... quanto é que voces querem para mudar isso?? vá um numero?? quanto eu pago... quanto é que precisem que eu pague par que nao me chamem corrupto?? ora entao um grande bem haja
De maresia a 8 de Janeiro de 2006 às 12:51
Os meus olhos continuam com dificuldades em ler tanta cor, mas a minha Alma ri-se que nem uma perdida, que realmente é, cada vez que aqui vem!
De Su a 8 de Janeiro de 2006 às 14:35
ops aproveito para deixar aqui um pedido de "emprego"...quem quiser lavar uns eurozitos que me contacte
jocas maradas
De kabum a 8 de Janeiro de 2006 às 17:54
Bem dito
De Thiago Forrest Gump a 9 de Janeiro de 2006 às 01:04
O meu país é o segundo mais corrupto em todo o planeta! :(

Espeta-o

Contacta o Alfinete

Mail: blogalfinetedepeito arroba sapo ponto pt
Msg: alfinetedepeito arroba gmail ponto com

tags

todas as tags

Pesquisa no Alfinete

 

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Achtung!

Todo e qualquer conteúdo deste blog é fictício, até os seus criadores.

Descubra os Alfinetes!

GRIZO
Delírios verborreicos e silêncios criativos. Adoro ver em ângulo morto e desmontar maratonas de 500 metros. Tenho dito.

MERCADOR
O meu passatempo favorito é fazer omoletas sem ovos. Adoro e ao mesmo tempo odeio pessoas. Gosto de olhar e ver e de pôr a minhoca de molho. Tenho dito.

TOBIAS
Diagnosticado, com pensamento abstracto, possuo também inteligência, humor e acima de tudo beleza (para compensar a ausência nos restantes). Tenho dito.

Amigos do Peito

Alfinetes no Palheiro